Os efeitos do exercício na tua Alimentação

Os efeitos do exercício na tua Alimentação

 

 

O Comportamento alimentar consiste nas escolhas que fazemos em relação à nossa alimentação, diariamente (o que comemos, quando comemos, que quantidades comemos, quantas vezes ao dia comemos, onde comemos, entre outras). Este é um fenómeno que é regulado por vários processos e fatores, desde os processos homeostáticos, ou seja, resposta às necessidades fisiológicas de energia do organismo que induzem fome, aos mecanismos hedónicos (prazer que certos alimentos nos alimentos nos dão), processos psicológicos e fatores ambientais e pessoais.

Estudos demonstram que a prática de atividade física tem um efeito positivo sobre todos estes fatores, permitindo-nos ter uma alimentação ou seja um comportamento alimentar mais saudável, mas como é que isso é possível?

 

Diz-se que ao praticarmos exercício ficamos com mais fome e que consequentemente comemos mais, no entanto isto não é de todo verdade. Alguns estudos demonstraram que praticamente não existe compensação alimentar com o exercício a curto prazo, que apenas a longo prazo existe um aumento da ingestão, no entanto a quantidade de energia ingerida é sempre inferior à despendida, o que nos permite perder peso.

O exercício ajuda-nos a controlar a sensação de fome e a saciedade através de uma melhor perceção dos seus sinais. Quando realizamos exercício existe uma maior libertação de hormonas que sinalizam a saciedade e a fome, o que nos permite saber com maior rigor quando devemos comer e quando devemos parar de comer.

 

Como já referi anteriormente, existem alimentos que nos dão maior prazer ingerir, tal como os doces e alimentos ricos em gordura, e aqui o exercício também tem um efeito positivo sobre este processo ao ajudar-nos a resistir à sua ingestão, retirando o prazer que deles obtínhamos.

 

Por fim, o exercício leva-nos a desenvolver uma melhor imagem corporal, bem-estar, autoeficácia e autoestima, que através do aumento da motivação, compromisso e recursos psicológicos permitem-nos seguir uma dieta saudável, mais facilmente.
Em modo de conclusão podemos dizer que seguir uma dieta é bom e que nos permite perder peso e que fazer exercício também é bom e nos permite perder peso, mas se juntarmos os dois, aí vamos criar um ambiente ideal e propício à perda e controlo do peso, pois o exercício é de facto uma grande ajuda no controlo da nossa alimentação.